Sobre a Broering & Wachholz Advocacia



Broering & Wachholz Advocacia

Com sede e uma filial em Blumenau (SC), a banca Broering & Wachholz Advocacia presta serviços de representação judicial, consultoria e assessoria, aliando recursos de tecnologia e logística nas suas rotinas de trabalho, propondo assistência, representação e orientação jurídica para a defesa dos direitos e interesses dos clientes, nos mais variados ramos do direito e dos negócios.


As atividades da banca iniciaram em 2004. Sua infraestrutura a posiciona como uma das principais bancas de advocacia da região, oferecendo aos clientes um ambiente moderno e confortável. Dispõe dos mais modernos sistemas de gerenciamento e acompanhamento processual, material de estudo farto e atualizado, que somados ao seu capital humano proporciona atuação eficaz, ética e competente na defesa dos interesses de nossos clientes.


Conheça mais sobre nós

Áreas de Atuação - B&W




Últimas Notícias - Advocacia B&W



Aviso de recesso
20/12/2021 às 17:15
Por Bruna Veber
Aviso de recesso

Informamos que a Broering & Wachholz Advocacia estará em recesso coletivo dos dias 23/12 à 10/01.

Adicional de periculosidade negado à Digitadora de Polícia
29/10/2021 às 14:15
Por Morgana Cristina Zwicker
Adicional de periculosidade negado à Digitadora de Polícia

Uma atendente terceirizada que atuou durante quatro ano como telefonista e digitadora em uma delegacia em Santa Catarina, requereu na Justiça do Trabalho o pagamento relativo ao adicional de periculosidade, por colher depoimento de presos desacompanhada de outro agente, e por ter contato permanente com armas, drogas e demais objetos que eram recolhidos dos presos.

É possível alterar o regime de bens após o casamento?
26/10/2021 às 17:45
Por Bruna Veber
É possível alterar o regime de bens após o casamento?

O regime de bens do casamento é, em regra, de livre escolha do casal e regrará as disposições de patrimônio dos nubentes após a celebração do casamento. Tal escolha do regime ocorre antes da habilitação do casamento, conforme dispõe o artigo 1.639 do Código Civil.

Morador com taxas condominiais em atraso pode ser impedido de usar áreas comuns do condomínio?
19/10/2021 às 16:00
Por Laís Camila da Fonseca
Morador com taxas condominiais em atraso pode ser impedido de usar áreas comuns do condomínio?

Não, é ilícita a prática de proibição de uso das áreas comuns do prédio, como elevadores, salão de festas, piscina, academia, entre outros por condôminos inadimplentes.